terça-feira, 25 de outubro de 2011

No news is good news


A azáfama do dia a dia é o que é e por isso estou desde 8 de Setembro sem escrever. E já recebi meia dúzia de reclamações, aliás com razão, pois neste tempo atravessamos várias tempestades, aliás em muito boa forma.

Aproveito pois para colocar em dia alguns assuntos sobre os Vinhos Verdes.
  •  a vindima ofereceu-nos vinhos de excelente qualidade, que vamos começar a descobrir em breve. Há muita vinha nova, há cada vez melhor técnica na viticultura e na adega e por isso os vinhos estão a evoluir muito;
  • as quantidades vão estar muito próximas dos valores de 2010, talvez ligeiramente abaixo. Os varejos finais de vindima nos 50 maiores produtores indicam uma produção cerca de 4% abaixo da do ano passado. Depende pois da produção dos mais pequenos, mas tudo indica que teremos uma produção ligeiramente inferior a 2010, o que é positivo;
  • as vendas mantém a tendência do primeiro semestre, com uma descida ligeira no total de vendas, que se decompõe numa descida acentuada no mercado nacional contraposta por una subida nas exportações; os mapas no site da CVRVV não estão actualizados por uma limitação de capacidade de resposta que estamos a tentar resolver;
  • ainda estamos sem Director Regional de Agricultura. A DRAP Norte precisa urgentemnete de ter uma liderança fresca e com muita capacidade de trabalho. Espero que não voltemos às capelas "é do Douro ou é do Minho ?" e que seja possível encontrar uma equipa que se identifique com o Norte e não apenas com cada um dos seus componentes;
  • chegou a altura de os produtores fazerem a sua Declaração de Produção. Estamos a utilizar um programa informático novo para a gestão deste processo, o qual está a ter um arranque lento. É porém um projecto que muito acarinhamos pois vai permitir que, já muito em breve, os produtores passem a fazer as suas declarações directamente a partir de casa.
  • os Impostos é que nos pregaram uma bela partida. A proposta de orçamento de Estado apresentada na Assembleia da República não propõe alterações ao IVA nem ao IEC incidentes sobre os vinhos. Uma belíssima notícia a testemunhar que, contra ventos e marés, o governo foi sensível ao argumento deste sector em que a incorporação nacional é quase completa.
  • esta é a semana do Brasil no marketing. Estão cá vários jornalistas e importadores a visitar a região e, em simultâneo está uma equipa no Brasil a dar provas e a fazer apresentações dos nossos vinhos.