domingo, 12 de março de 2017

Vinho Verde: stocks e vendas em Fevereiro

Estou há bastante tempo sem escrever, foi tempo de alívio para os leitores. Volto com os mapas de Fevereiro e com o aviso que aqui coloco todos os anos: vendas de dois meses têm pouco significado, é preciso lê-las com prudência.

Clique na imagem para aumentar

Dependendo do lado em que cada leitor sempre se encontra, o mapa de existências tem sempre um de dois significados: ou não há vinho e por isso o preço deve subir; ou há um mar de vinho e por isso aquele deve descer.

Ora, como é bom de ver numa análise serena, nem é uma coisa nem outra. Temos o vinho de que precisamos, sem excessos.

É aliás bom que assim seja. A região não pode perder valor, sob pena de desincentivar a viticultura. E tem de fazer subidas responsáveis, sob pena de colocar o mercado em causa.


Clique na imagem para aumentar

Bonito, está o mapa de vendas de branco. Recordo porém o que escrevi acima: são vendas de dois meses. Já é muito vinho, 6M de litros, mas ainda bastante influenciável por algum negócio de volume. Esperemos até Abril para termos uma ideia mais sólida de como está o mercado.

Clique na imagem para aumentar

Não é a primeira vez que isto acontece mas nem por isso deixa de surpreender: estamos a vender mais rosado do que branco. Vamos a ver nos próximos meses.


Clique na imagem para aumentar

Belas vendas do Loureiro mas também do alvarinho, ambos há vários anos com um claro rumo de crescimento. Estamos a tentar ter dados das vendas dos vinhos de duas castas pois, admito que os lotes Trajadura Alvarinho e Loureiro-Alvarinho estejam também muito fortes.